Campinas

Campinas registra mais duas mortes por febre maculosa, somando seis mortes pela doença e ultrapassa 2018.

A Prefeitura fez um mapeamento próximo aos locais onde as vítimas moravam, e fez busca ativa de casos suspeitos

Campinas confirmou no final da tarde desta terça-feira (10) mais duas mortes por febre maculosa na cidade. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde de Campinas. Antes, estavam confirmados sete casos de febre maculosa, com quatro óbitos. No ano passado foram 10 registros, com quatro mortes.

Um produtor cultural faleceu no dia 18 de agosto, a segunda morte confirmada foi de uma moradora do Jardim Chapadão, A família do produtor revelou sua identidade, pois a Prefeitura não divulga nomes dos pacientes.

A Secretaria de Saúde, de Campinas adotou medidas de prevenção na região os as vitimas moravam. Segundo a Secretaria de Saúde os veterinários começaram a trabalhar nos casos assim que chegaram as notificações, realizando a pesquisa acarológica em ambas as áreas – para identificar a espécie do carrapato – e sinalizar a área com placas de alerta para a população”.

A Prefeitura de Campinas-SP fez um mapeamento próximo aos locais onde as vítimas moravam, e fez busca ativa de casos suspeitos, explicando para as pessoas que não é porque pegou o carrapato que terá febre maculosa.

A febre maculosa é transmitida pelo carrapato-estrela, que geralmente se hospeda em capivaras. Entre os sintomas da doença estão febre, dor de cabeça, dor intensa no corpo, náuseas e vômitos.

Direto da Redação
Ivan Araujo
TV HORTOLÂNDIA

Comentários via Facebook

Facebook

Contato

Fale com a redação


(19) 98156-5064

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

Horóscopo

Patrocinadores

OUÇA AQUI A RÁDIO DIGITAL POP!

NoAr – Rádio Digital Pop