Advogados afirmam que Bolsonaro assinou desfiliação do PSL

O advogado de Jair Bolsonaro, Admar Gonzaga, disse hoje que o presidente não faz mais parte do PSL (Partido Social Liberal). Segundo Gonzaga, a desfiliação já foi assinada. O senador Flávio Bolsonaro (RJ), filho do presidente, também apresentou o pedido de desfiliação.

A saída de Bolsonaro do partido possivelmente foi motivado pela rivalidade entre ele e Luciano Bivar (PE) pela presidência nacional do PSL.

Ainda segundo Admar Gonzaga, na quinta-feira será o lançamento do novo partido político, Aliança pelo Brasil, criação de Bolsonaro. O partido ainda terá que cumprir obrigações legais até março para poder disputar as próximas eleições.

Eduardo Bolsonaro, também filho do presidente da república, já manifestou que pretende deixar o PSL após a oficialização do novo partido do pai.

Comentários via Facebook