Professor universitário é xingado de “macaco”, reage e é esfaqueado

O professor de jornalismo da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Bauru Juarez Xavier desabafou em uma rede social após ser vítima de uma ofensa racista.

O professor caminhava pela avenida Nações Unidas, em Bauru, quando um homem o chamou de “macaco”. Juarez então questionou o homem, que o agrediu com um canivete.

Xavier teve ferimentos superficiais e tranquilizou os amigos por uma rede social. Ele disse: “Amigas e amigos, estou bem. Medicado. E recuperado! Agradeço às manifestações de solidariedade e carinho! Seguimos no enfrentamento ao sistema de opressão patriarcal segregacionista e racista! Abraços e beijos!”.

O agressor foi detido após à agressão e pode ser indiciado por injúria racial e lesão corporal.

Comentários via Facebook