Padrasto joga criança de três anos do 4º andar e comete suicídio em seguida

O menino Enzo Almeida Belegrini, de 3 anos, morreu após ser jogado do 4º andar de um prédio em Cachambi, na zona norte do Rio de Janeiro na terça-feira (17).

A mãe e a criança moravam com o homem desde a semana passada, após serem expulsos da casa da avó do menino pois ela não aceitava o relacionamento da mãe da criança com o homem.

Segundo a mãe, o homem tinha ataques de fúria. Luiz Eduardo Lopo, de 38 anos, teria surtado, quebrado objetos em casa, descido para a rua e se jogado na frente dos carros. Depois, ele subiu e jogou Enzo pela janela. 

Enquanto a mãe tentava socorrer a criança, o homem também se jogou do 4º andar. Os vizinhos contaram que ele era usuário de drogas.

O pai do garoto contou que há mais de um ano brigava na justiça pela guarda do menino.

Comentários via Facebook