Chuva alaga ponte que liga São Sebastião e Interlagos em Hortolândia

Uma forte chuva alagou a ponte que liga o bairro São Sebastião e Interlagos neste terça-feira (7) em Hortolândia.

A ponte é frequentemente utilizada, mas por conta da forte chuva ela ficou interditada, carros que precisavam cruzar o bairro atravéz da ponte tiveram que seguir pela região Central.

MELHORIA

 

A Prefeitura de Hortolândia avança mais uma etapa na construção da ponte que ligará o Jd. São Sebastião ao Jd. Interlagos. Com o auxílio de um guindaste com furadeira, já é possível realizar a instalação de uma base para a estrutura da ponte na parte do Jd. São Sebastião. Na semana passada,  caminhões carregados de concreto também começaram a chegar ao local. A concretagem dos pilares é a primeira fase estrutural da obra. Com a nova ponte, a Administração Municipal garantirá um sistema viário mais seguro e eficaz entre o Jd. São Sebastião e Jd. Interlagos. Além da construção da ponte, a obra contemplará a canalização do córrego existente nas proximidades, em um trecho de 35,80 metros.

De acordo com a Secretaria de Obras, a ponte terá 308 metros de extensão e fará a travessia sobre o córrego, unindo as ruas Boca de Leão, no Jd. São Sebastião, e Joaquim Marcelino Leite, no Jd. Interlagos. A obra faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento) e será realizada com recursos financiados pelo Banco CAF.

A ponte em construção substituirá a atual passagem de veículos, que fica na altura do córrego e é inundada sempre que chove forte. Apesar de a rua Boca de Leão estar a apenas 270 metros da rua Joaquim Marcelino Leite, nos dias de chuva o trânsito fica bloqueado. Com isso, os motoristas são obrigados a fazer um desvio pela região central da cidade, trajeto de nove quilômetros, equivalente a 20 minutos de carro.

Obras do PIC

Esta é mais uma obra viária do PIC, que prevê mais de 100 intervenções e serviços que promoverão o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. As ações do PIC são realizadas pela Prefeitura por meio de parcerias com a iniciativa privada, governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

 

 

Comentários via Facebook