Brasil

Ministério da Educação (MEC) pretende descartar 2,9 milhões de livros desatualizados

Foto: Revista de Sàbado/TV TEM
O material que foi adquirido em gestões anteriores do MEC custou cerca de R$ 20 milhões.

Informações divulgadas pelo jornal “O Estado de S. Paulo” neste sábado (11) revelaram que o ministério da Educação (MEC) pretende descartar cerca de 2,9 milhões de livros desatualizados que nunca foram utilizados.

O material que foi adquirido em gestões anteriores do MEC custou cerca de R$ 20 milhões, os livros venceram entre 2005 e 2019.

No fim do ano passado o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) alertou para a necessidade de reduzir o acervo, que está armazenado em um depósito alugado dos Correios em Cajamar (SP).

Comentários via Facebook

Facebook

Contato

Fale com a redação


(19) 98717-6259

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

Horóscopo

Patrocinadores

OUÇA AQUI A RÁDIO DIGITAL POP!

NoAr – Rádio Digital Pop