Exame de DNA confirma que corpo encontrado carbonizado em Campinas é de cabeleireira de Hortolândia

Um exame de DNA confirmou que um corpo encontrado em setembro de 2019 entre os bairros Mendonça e Parque Universal, na região da Vila Padre Anchieta, em Campinas (SP) é de uma mulher de Hortolândia que estava desaparecida.

A vítima é Emília Farias dos Anjos, de 34 anos, o corpo dela estava com alguns membros descarnados e o rosto desfigurado. Somente nesta semana um exame de DNA feito pelo Núcleo de Biologia e Bioquímica do Instituto de Criminalística mostrou que o corpo era de Emília.

A mulher morava na Chácara Nova Boa Vista em Hortolândia, e atendia como cabeleireira em seu salão e também nas casas do clientes. O desaparecimento foi registrado na Polícia Civil no dia 26 de setembro e passou a ser divulgado nas redes sociais somente em dezembro.

A investigação já identificou a motivação e um suspeito de ter cometido o crime, ele está foragido. A vítima foi morta de forma violenta e o laudo constatou também ferimentos de arma branca, possivelmente de faca.

Comentários via Facebook