Hortolândia Meio Ambientes

UVZ mapeia 16 áreas de Hortolândia com infestação de carrapatos

Foto: Catkin/Pixabay
Carrapatos podem transmitir a febre maculosa; Hortolândia tem 3 casos suspeitos da doença.

A Prefeitura de Hortolândia alerta a população sobre a infestação de carrapatos nas áreas de mata e beiras de córrego, a picada do carrapato pode transmitir a Febre Maculosa. Além disso, o cuidado deve ser também com cães que circulam pelas áreas verdes, já que o carrapato pode ficar grudado no corpo de animais e humanos. 

O período de incubação e manifestação da doença dura em média de 2 a 14 dias, segundo informações da Vigilância Epidemiológica e da UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses) de Hortolândia.

Além disso, os sintomas iniciais da Febre Maculosa se assemelham aos da gripe. Por isso é importante ficar alerta ao aparecimento dos primeiros sintomas, que podem ser: febre alta de início súbito, calafrios, dor de cabeça, náuseas e vômitos, diarreia, dor abdominal, dor muscular e/ou nas articulações.

Caso haja a necessidade de transitar pelas áreas verdes ou de mata, alguns cuidados são recomendados, tais como o uso de calça comprida e botas. Além disso, após circular pela mata, a pessoa deve verificar se há algum carrapato grudado e retirá-lo com cuidado. 

Ainda segundo a Vigilância Epidemiológica de Hortolândia, o município registra 14 casos suspeitos notificados de Febre Maculosa, sendo que 11 tiveram resultado negativo e três aguardam o resultado dos exames. 

Mapeamento

A UVZ de Hortolândia mapeou as áreas do município onde há infestação de carrapato. No total, são 16 áreas, confira abaixo:

  • Avenida Brasil, no Jardim Amanda (área verde próxima à academia ao ar livre);
  • Avenida Brasil, no Jardim Amanda (área verde atrás do campo de futebol);
  • Rua Augusto dos Anjos, no Jardim Amanda (área atrás do alambrado da Emef Jardim Amanda I – Caic);
  • Rua Hermes da Fonseca, no Jardim Amanda (altura do número 450);
  • Rua Benjamim Constant, no Jardim Amanda (área verde próxima ao córrego);
  • Rua Casemiro de Abreu, no Jardim Amanda (área verde na margem da lagoa);
  • Rua Júlio Prestes, no Jardim Amanda (área verde na margem da lagoa);
  • Margem do Ribeirão Jacuba (próximo da rua Geraldo Denadai);
  • Margem do Ribeirão Jacuba (na parte inferior do Viaduto 17 de Abril);
  • Rua Antônio Baraldi, na Vila Real (próximo à linha férrea);
  • Viveiro Municipal, no Parque Ortolândia (área verde próxima da horta)
  • Viveiro Municipal, no Parque Ortolândia (margem da represa);
  • Área particular 1 na região da Taquara Branca;
  • Área particular 2 na região da Taquara Branca;
  • Bosque da Rua José Aparecido Mendes, no Loteamento Adventista Campineiro;
  • Parque Lago da Fé (área de mata na margem do local).

Os locais foram identificados com placas orientativas. A Prefeitura orienta que, caso os moradores percebam que as placas foram vandalizadas e/ou arrancadas, podem acionar a UVZ pelos telefones 3897-3312, 3897-5974 ou 3819-7803. As denúncias de depredação podem ser feitas para a Guarda Municipal através dos telefones 153 ou 0800-111-580.

Comentários via Facebook

Renan Fiorentini

Renan Fiorentini é estudante de jornalismo pela PUC-Campinas, e tem atuado na TV HORTOLÂNDIA como editor de conteúdo digital.

Facebook

Contato

Fale com a redação


(19) 981565064

Horóscopo