Três novos grupos de pessoas poderão se vacinar contra o vírus H1N1 em Hortolândia

A Prefeitura de Hortolândia passou a oferecer nesta segunda-feira (15) a vacina contra o vírus H1N1, que causa a Influenza, para três novos grupos: trabalhadores do Correios, funcionários da limpeza urbana e pessoas em situação de rua. Segundo a administração municipal a medida segue determinação do Governo do Estado.

A inclusão destes grupos na vacinação foi determinada pelo estado por conta da baixa procura pela vacinação neste ano. Além disso, a campanha foi prorrogada até o dia 30 de junho.

Hortolândia registra 128 casos notificados suspeitos de H1N1, entre os quais há um caso positivo, 80 negativos e 47 que aguardam o resultado dos exames.

Ainda segundo a administração municipal, o horário de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) é das 7h às 16h. Nas outras unidades a vacinação acontece das 8h às 15h. Confira os locais de vacinação na cidade:

UBS de referência

Local de vacinação

Nova Europa

Tenda montada na área externa da UBS

Santiago

Na própria UBS, com controle de fluxo

Novo Ângulo

Na própria UBS, com controle de fluxo

Nova Hortolândia

EMEIEF João Carlos do Amaral Soares

Pq. do Horto

EMEI Jardim Novo Estrela

Orestes Ôngaro

Tenda montada na área externa da UBS

São Jorge

Na própria UBS, com controle de fluxo

Amanda I

Na própria UBS, com controle de fluxo

Amanda II

EMEF Jardim Amanda I (CAIC)

Taquara Branca

Tenda montada na área externa da UBS

São Bento

EMEIEF Jardim São Pedro

Rosolen /Adelaide

Salão da Paróquia Nossa Senhora Aparecida

Santa Esmeralda

Pátio da UBS

Santa Clara

EMEI Santa Clara

Campos Verdes

Na própria UBS, com controle de fluxo

Figueiras

Tenda montada na área externa da UBS

A campanha de vacinação contra a Influenza começou em 23 de março tendo como público-alvo: idosos, profissionais de saúde e das forças públicas de segurança. Na segunda fase a vacinação incluiu portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, funcionários do sistema prisional e motoristas do transporte coletivo. A terceira fase ofereceu a vacinação para pessoas com deficiência, gestantes, puérperas, adultos entre 55 a 59 anos de idade e professores.

Comentários via Facebook