Mulher de 37 anos é morta após reagir e tentar defender marido de assalto em Sumaré

Uma mulher de 37 anos foi morta na noite da última segunda-feira (29 de junho) em frente a sua residência, no Jardim Manchester, em Sumaré. O crime aconteceu por volta das 19h. As informações são da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O marido da vítima, um pintor de 56 anos, estava chegando em casa quando um veículo Monza com três ocupantes parou em frente a residência. Um dos ocupantes desembarcou e chamou o pintor pelo apelido, pedindo um copo d’água.

O homem, mesmo não conhecendo o rapaz, ia atender o pedido; mas logo em seguida os outros ocupantes desceram do carro e anunciaram o assalto.

A esposa do homem ouviu o barulho e saiu com uma faca, mas foi alvejada. Ela foi socorrida mas não resistiu aos ferimentos.

O caso foi registrado como homicídio na Delegacia de Sumaré. Agora, o 3º Distrito Policial (DP) da cidade dará andamento as investigações.

Comentários via Facebook