Bombas de posto de combustível de Hortolândia são lacradas

Foto: Diogo Moreira/A2IMG

Equipes da Polícia Civil fiscalizaram nesta terça-feira (14 de julho), nove postos de combustíveis nas cidades de Hortolândia e Sumaré. A soma dos valores aplicados em multas é de quase R$ 1 milhão.

A ação contou com apoio da Guarda Municipal (GM), Associação Nacional do Petróleo (ANP), Instituto de Pesos e Medidas (Ipem), Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) e da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz).

Em Hortolândia foram feitas fiscalizações em postos de combustíveis do Jardim Amanda, mas nenhuma irregularidade foi encontrada. No Remanso Campineiro os agentes precisaram lacrar algumas bombas de um posto (o nome do local não foi informado), pois estas forneciam uma litragem menor do que a registrada no marcador digital. O local foi multado e amostras de combustível foram recolhidas para análise laboratorial da ANP.

A CPFL também constatou irregularidade em um posto de combustível de Hortolândia, mas o problema foi sanado na hora.

Em Sumaré foram 5 fiscalizações em diferentes postos, sendo que dois foram autuados. Das 74 bombas periciadas, dez foram interditadas e 15 foram reprovadas. Houveram dez autos de infração e a ANP também coletou amostras para análise em laboratório.

A Guarda Municipal de Hortolândia orienta a população que, para que as fiscalizações sejam feitas, é necessário que sejam feitas denúncias na ouvidoria da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e no Procon da cidade.

Comentários via Facebook