Hospital da Unicamp terá 500 voluntários para testes da vacina contra o coronavírus

Foto: Caius Lucilius/HC Unicamp

Cerca de 500 voluntários serão acompanhados no Hospital das Clínicas (HC) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). São profissionais de saúde que se voluntariaram para os testes da vacina chinesa CoronaVac, em fase de testes.

A universidade é um dos centros de testagens selecionados pelo Instituto Butantan, que conduz a pesquisa. São 12 centros de testagens no total.

Os voluntários serão acompanhados durante 12 meses, depois, por mais dois meses para ajuste e compilação dos dados e, enfim, a publicação dos resultados finais.

No dia 11 de junho o governador de São Paulo, João Doria, disse que, se bem sucedida, a vacina poderá ser produzida e disponibilizada em meados de junho de 2021.

Por todo o Brasil serão cerca de 8.870 voluntários. Caso após 6 meses os testes derem resultados positivos, os voluntários serão imunizados novamente.

O instituto Butantan definiu critérios para os voluntários da vacina: é necessário ser profissional de saúde atuando no combate à Covid-19; não pode estar participando de outros estudos clínicos; não pode ter contraído a Covid-19.

Além disso, mulheres não podem estar grávidas nem terem intenção de engravidar nos próximos três meses. Também não pode ter doenças instáveis ou precisar de medicamentos que alterem a resposta imune.

Por fim, é necessário morar perto do Centro de Testagem.

Comentários via Facebook