Hortolândia registra novo aumento no número de ocorrências de aglomeração de pessoas no final de semana

Foto: Divulgação/Prefeitura de Hortolândia

Durante mais um final de semana, agentes da Guarda Municipal e do Setor de fiscalização da Prefeitura de Hortolândia trabalharam no combate à disseminação do Coronavírus na cidade. No entanto, parte da população insistiu em descumprir a lei e realizar festas clandestinas em espaços públicos e privados. De sexta-feira a domingo (17 a 19/07), a GM atendeu 79 ocorrências, em diversas regiões da cidade. A corporação registrou casos de perturbação do sossego e de aglomeração, sendo que, na maioria dos casos, havia pessoas sem máscaras de proteção individual, colocando em risco a vida delas e também de terceiros.

“Com a manutenção da cidade na ‘fase vermelha’, de acordo com o Plano São Paulo de Retomada Consciente do comércio, do Governo do Estado, a ‘Operação Saturação’ teve mais uma etapa. Mais uma vez, parte da população não se mostrou preocupada com a saúde dela e das pessoas de sua e de outras famílias. Neste final de semana, registramos quatro ocorrências a mais que no final de semana anterior. Os números estão aumentando. Mesmo assim, as equipes da Administração Municipal continuarão nas ruas, em todas as regiões da cidade, para continuar o trabalho de prevenção à vida, mantendo a segurança e evitando aglomeração de pessoas e perturbação do sossego. A operação visa, deste modo, intensificar o combate à disseminação do Coronavírus no município”, explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinete.

De acordo com a Secretaria de Segurança, desde janeiro, 1.928 ocorrências ligadas à perturbação do sossego e aglomeração de pessoas foram registradas e atendidas pelas guarnições da GM. Nos meses de pandemia do Coronavírus foram registrados os maiores números de ocorrências. Só em junho, por exemplo, os agentes atenderam 386 ocorrências deste tipo na cidade.

“Este mês ainda não terminou e já registramos 311 ocorrências. Só em um final de semana deste mês, tivemos um ‘recorde’ de 109 chamadas. Pedimos a colaboração e o apoio da população para nos ajudar a proteger a saúde de todos. Contamos com as denúncias para coibirmos esta ação”, comenta Michele.

Multas para pipas com cerol continua

Os agentes da força de segurança da Administração Municipal mantêm a fiscalização contra o uso de cerol nas pipas. Caso alguém seja flagrado usando cerol, o munícipe será multado em R$ 100,00. Se for menor de idade, os pais serão responsabilizados. A multa irá para o Sistema Tributário Municipal de Multas, por meio do CPF (Cadastro de Pessoa Física) do infrator.

Como denunciar

O munícipe que flagrar estas situações pode denunciar os infratores. Eles podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia – por Rodrigo Fonseca

Comentários via Facebook