Prolongamento de via no centro de Hortolândia recebe pavimentação

Foto: Divulgação/Prefeitura de Hortolândia

Começa mais uma etapa da obra, em execução pela Prefeitura de Hortolândia, no prolongamento de duas ruas da área central: Luis Camilo de Camargo e Júlio Silva Batista O objetivo da ação é permitir a ligação do Remanso Campineiro ao Jd.das Paineiras, para facilitar e tornar mais ágil o tráfego de veículos pela principal área comercial do município.
 
Na via, localizada ao lado de onde será o atacadista Assaí, o serviço de pavimentação já iniciou. Já na outra rua, acontece a ampliação do sistema de drenagem, para evitar acúmulo de água de chuva e enchentes, e do preparo da rua, com a aplicação da capa asfáltica, ação que antecipa a pavimentação.
 
De acordo com a Secretaria de Obras, o primeiro trecho de prolongamento começa na esquina da rua Luiz Camilo de Camargo com a Júlio Silva Batista, no Remanso Campineiro, uma quadra antes da loja Caedu. Já a rua Júlio Silva Batista será prolongada em 460 metros, cruzando a rua Luiz Camilo, até chegar na rua João Blumer, atrás do Shopping Hortolândia. A outra etapa contempla o prolongamento de 254 metros da rua Pedro Gomes, desde o Pesqueiro Cancian, até a rua João Blumer.
 
Além disso, para garantir o escoamento da água de chuva e evitar alagamentos, a Secretaria de Obras trabalha na implantação de tubos de drenagem. A escavação acontece próximo ao terreno onde ficará localizado o novo atacadista Assaí. O novo viário inclui ciclovia e calçada para pedestres, ampliando a mobilidade das pessoas. O serviço é realizado com recursos financiados pelo Banco CAF.

PIC

A obra viária na Região Central da cidade faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), implantado pelo prefeito Angelo Perugini para estimular o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. O programa prevê mais de 100 obras e serviços, em diversas áreas. Para a realização destas intervenções, a Prefeitura conta com apoio da iniciativa privada, dos governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

 Fonte: Prefeitura de Hortolândia – por Adriane Tognolo

Comentários via Facebook