Prefeitura de Hortolândia aplica cerca de 7 mil testes rápidos para Hepatites B e C

Foto: Divulgação/Prefeitura de Campinas 

As hepatites virais são doenças silenciosas. Nem sempre elas apresentam sintomas. Assim, uma pessoa pode desconhecer que está infectada. Por isso, é importante fazer o diagnóstico precoce, o que aumenta as chances de cura. Para orientar e prevenir as pessoas contra tais doenças, esta terça-feira (28/07) é o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais. Para marcar a data, a Prefeitura de Hortolândia promoveria, neste mês, o “Julho Amarelo”, com ações de conscientização contra as doenças. Porém, neste ano, em virtude da pandemia do Coronavírus, as atividades do “Julho Amarelo” foram canceladas para evitar aglomeração.

Apesar disso, os testes rápidos das hepatites virais estão disponíveis para a população nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município e no CEI (Centro Especializado em Infectologia), antigo Amdah (Ambulatório Municipal de DST/Aids de Hortolândia), que desde maio deste ano voltou a funcionar em novo espaço, localizado na avenida Thereza Ana Cecon Breda, 1.115, Vila São Pedro. O CEI é a unidade de referência no município para acompanhamento e tratamento de pacientes com Hepatites Virais e ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), como o HIV. O órgão funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h.

De acordo com a coordenadora do órgão, Sandra Duarte, desde o início deste ano, a Secretaria de Saúde já realizou 6.933 testes rápidos, dos quais 3.462 de Hepatite B e 3.471 de Hepatite C. Por meio dos testes, foram detectadas 75 pessoas com Hepatite B e 113 com Hepatite C, que já recebem acompanhamento do CEI.

A coordenadora Sandra Duarte salienta que as hepatites virais são doenças silenciosas. “Por isso, é importante reforçar a necessidade de ir ao médico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam os vários tipos de hepatites. Geralmente, a doença já está em estágio mais avançado quando os sintomas aparecem”, explica Sandra. Dentre os sintomas mais comuns estão febre, fraqueza, mal-estar, dor abdominal, enjoo/náuseas, vômitos, perda de apetite, urina com cor escura, icterícia (olhos e pele amarelados) e fezes esbranquiçadas.

Diferentes vírus

As hepatites virais são doenças provocadas por diferentes vírus (A, B, C, D e E). As Hepatites A e B podem ser prevenidas por vacinação. Existe cura para Hepatite C e tratamento para Hepatite B. Até o momento, não há vacina para a Hepatite C. De acordo com o Ministério da Saúde, estima-se que anualmente 1,4 milhões de pessoas são infectadas pelo vírus da Hepatite A e, mundialmente, são 400 milhões de pessoas infectadas pelas Hepatites B e C juntas.

A Hepatite é transmitida pelo sangue e outros líquidos ou secreções corporais contaminados. A transmissão pode também ocorrer em situações rotineiras no dia a dia, como, por exemplo, no compartilhamento de alicates de unha. As formas de prevenção incluem, além da vacina, medidas para evitar o contato com sangue infectado, não partilhar objetos cortantes e perfurantes e usar sempre preservativo nas relações sexuais. A realização de tatuagens, a colocação de “piercings” e de tratamentos com acupuntura só deve ser feita se os instrumentos utilizados estiverem adequadamente esterilizados.

Com informações da Prefeitura de Hortolândia

Comentários via Facebook