Segunda fase da vacinação contra o Sarampo vai até o dia 31 de agosto

Foto: Mirko Sajkov

A Prefeitura de Hortolândia promove até o dia 31 de agosto a segunda etapa da campanha de vacinação contra o Sarampo nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município. O público-alvo é a população com idade a partir de seis meses até 29 anos, mediante avaliação da situação vacinal. Já para adultos na faixa etária de 30 a 49 anos, a imunização é indiscriminada, ou seja, todos nesta faixa etária deverão receber uma dose da vacina, independente da situação vacinal.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a campanha é para intensificar a imunização contra o Sarampo. A doença estava erradicada no Brasil. Mas, em 2019 houve a reintrodução da doença em território nacional. Neste ano, de acordo com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, o município registra seis casos notificados de Sarampo, dos quais dois positivos, quatro descartados e nenhum óbito.

A Secretaria de Saúde reforça que crianças devem tomar duas doses válidas da vacina contra Sarampo, sendo a primeira aos 12 meses e a segunda aos 15 meses. Outra recomendação importante é que crianças a partir de 6 meses a 11 meses recebam a dose D contra o Sarampo conforme calendário nacional de vacinação. Já os adultos precisam ter, pelo menos, duas doses anotadas na carteira de vacinação.

De acordo com informações no site do Ministério da Saúde, o Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. A transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o Sarampo é pela vacina. Dentre os sintomas da doença estão febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido, e mal-estar intenso.

Em virtude do Sarampo ter contágio rápido, a Secretaria de Saúde reforça a orientação para que os públicos-alvo da campanha procurem a UBS mais próxima de casa para receber a imunização, e com isso evitar que a doença se alastre pela cidade neste momento de pandemia do Coronavírus.

*Com informações da Prefeitura de Hortolândia

Comentários via Facebook