Saúde: Prefeitura de Sumaré entrega nova Base de Excelência do Homem

Foto: Divulgação/Prefeitura de Sumaré

A Prefeitura de Sumaré entregou na manhã nesta quinta-feira, dia 30, a Base de Excelência do Homem, um espaço projetado no Ambulatório de Especialidades que contará com atendimento médico exclusivo para a classe masculina. Na ocasião, foram entregues ainda as reformas e reestruturações nos setores de Fisioterapia e Fonoaudiologia do Ambulatório.  A ação faz parte das comemorações do aniversário de 152 anos da cidade, celebrado no último domingo (26).

Segundo a Prefeitura da cidade, o projeto foi idealizado pelo Fundo Social de Solidariedade, em conjunto a Secretaria de Saúde e vai proporcionar privacidade, conforto e acompanhamento diferenciado para os pacientes. O espaço vai oferecer atendimento e encaminhamento para exames urológicos, cardiológicos, dermatológicos, nutricionais, entre outros, de média e alta complexidade, além de assistência psicossocial.

O atendimento será efetuado via agendamento nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade, que realizarão a triagem e encaminhamento para o espaço, que funcionará de terça a sexta-feira. O projeto piloto faz parte dos Centros de Saúde Especializados que foram implantados em Sumaré, inéditos na região, e que têm parceria com o Fundo Social: são duas unidades do Centro da Criança, o Centro de Longevidade, para assistência da Melhor Idade a partir dos 50 anos e a Base de Excelência da Mulher, para atendimento exclusivo do público feminino. 

As alas de Fisioterapia e Fonoaudiologia receberam uma reforma completa e passaram por uma reestruturação do atendimento, além de troca de equipamentos e materiais. Com isso, será possível otimizar o tratamento e até dar alta mais rapidamente.

Ainda segundo a administração municipal, os setores assistem pacientes encaminhados pelas UBSs, Hospital Estadual de Sumaré, o próprio Ambulatório de Especialidades e demais hospitais públicos da região. Com a reestruturação, o atendimento será ampliado para pacientes que possuem sequelas pós-Covid-19 e que precisarão de fisioterapia respiratória ou motora devido à internação prolongada e até mesmo serviço de fono por causa do longo período de intubação.

Comentários via Facebook