Hortolândia soma 100 mortes por coronavírus

Foto: Prefeitura de Campinas

A Prefeitura de Hortolândia confirmou na noite desta segunda-feira (10 de agosto) que a cidade atingiu 100 mortes por coronavírus desde o início da pandemia. Foram confirmados três novos óbitos, em notas de pesar, a administração municipal prestou solidariedade às famílias enlutadas e informou sobre o perfil das vítimas.

Uma das pacientes era uma mulher de 73 anos, que tinha outros problemas de saúde. Ela foi internada no Hospital Samaritano de Campinas no dia 28 de junho, quando foi feita a coleta de exame. No dia 04/07 foi confirmado o contágio pela Covid-19 e o falecimento aconteceu no último sábado (08 de agosto).

Outra vítima do coronavírus era um homem de 60 anos, que tinha comorbidades. No dia 25 de julho ele fez um exame para diagnosticar o coronavírus; três dias depois, no dia 28, ele foi hospitalizadona Unidade Respiratória de Hortolândia. A confirmação da contaminação foi recebida no dia 31/07. No dia 05 de agosto o paciente foi transferido para o Hospital Emílio Ribas, na capital paulista, mas faleceu no dia 06/08.

Por fim, a centésima morte causada pelo coronavírus na cidade é de um idoso de 90 anos, que tinha outros problemas de saúde. Ele foi internado Unidade Respiratória no dia 28/07, mesma data da coleta do exame. Na última sexta-feira (07) o idoso foi transferido para o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Campinas, mas faleceu no mesmo dia. A confirmação do contágio foi recebida no sábado (08).

Comentários via Facebook