Fiscalização combaterá festas clandestinas neste final de semana em Hortolândia

Foto: Prefeitura de Hortolândia

Equipes da Guarda Municipal e do Setor de Fiscalização da Prefeitura de Hortolândia seguem firmes no trabalho de evitar aglomeração de pessoas e perturbação do sossego, sobretudo aos finais de semana. Mesmo com a cidade figurando na “fase amarela” do Plano São Paulo do Governo Estadual, está proibida a realização de aglomerações para evitar a disseminação do Coronavírus.

De acordo com a Secretaria de Segurança, as ações têm o objetivo de orientar o comércio e evitar esta ação em espaços públicos e privados da cidade. As guarnições da GM estarão à disposição da população, 24h, atendendo chamadas e realizando o patrulhamento. No final de semana passada, foram registradas 71 ocorrências ligadas a este tipo de delito em plena pandemia.

“Continuamos pedindo a colaboração das pessoas para proteger a própria vida e a vida de todos. Os números ainda estão altos e, mesmo com nossos atendimentos às denúncias e patrulhamento, a conscientização popular é a ferramenta mais importante para evitar a disseminação do Coronavírus”, explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena.

Segundo a Secretaria de Segurança, desde janeiro, 2.074 ocorrências ligadas à perturbação do sossego e aglomeração de pessoas foram atendidas pela GM. Nos meses de pandemia do Coronavírus, foram registrados os maiores números de ocorrências. De março até agora, 1.681 casos foram atendidos.

“Mais da metade das ocorrências deste tipo foi atendida durante a pandemia. A realização de eventos clandestinos em espaços privados também está proibida e o responsável poderá responder pela desobediência”, observou Michele.

De acordo com a Secretaria de Governo, os responsáveis por organizar festas clandestinas podem ser multados em até R$ 5.000,00, segundo as leis de perturbação do sossego, e o local da confraternização será lacrado.

Multas para pipas com cerol continuam

Ainda de acordo com a Secretaria de Segurança, as ações da GM para combater o uso de cerol em pipas também contribuem para a queda do número de aglomeração de pessoas nas ruas, nos finais de semana. Os agentes da força de segurança da Administração Municipal intensificarão o trabalho para evitar esta situação.

Caso alguém seja flagrado usando cerol, o munícipe será multado em R$ 100,00. Se for menor de idade, os pais serão responsabilizados. A multa irá para o Sistema Tributário Municipal de Multas, por meio do CPF (Cadastro de Pessoa Física) do infrator.

Como denunciar

O munícipe que flagrar estas situações pode denunciar os infratores. Eles podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

*Com informações da Prefeitura de Hortolândia

Comentários via Facebook