Aulas presenciais na rede municipal de Campinas voltam a partir de 7 de outubro

Foto: Fernanda Sunega/Prefeitura de Campinas

A volta às aulas presenciais na rede municipal de ensino de Campinas está marcada para o dia 7 de outubro. Poderão retornar os alunos dos 5ª e 9ª anos do Ensino Fundamental, os estudantes dos 8ª e 9ª anos de EJA e os que estão cursando os últimos anos dos cursos técnicos do Ceprocamp. “Em relação às redes particulares e estadual deixo facultativo, a decisão do retorno”, disse o prefeito Jonas Donizette, durante o anúncio feito durante transmissão ao vivo pelas redes sociais, na tarde desta segunda-feira, 14 de setembro.

As aulas estão suspensas desde o último dia 23 de março. “Os alunos da Educação Especial não estão autorizados a retornarem”, explicou a Secretária de Educação, Solange Pelicer. A volta às aulas presenciais será optativa para as famílias. Aqueles alunos que os pais/responsáveis decidirem não enviar às aulas, poderão continuar acompanhando os conteúdos pela plataforma digital criada durante a pandemia.

A rede municipal de ensino atende 70 mil alunos entre a Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Ensino Técnico e de Qualificação Profissional.

Protocolos

Para que as escolas particulares possam retomar as atividades devem seguir protocolos. “Ela deve assinar o termo de estabelecimento responsável emitido pela Prefeitura e seguir todos os protocolos exigidos pela Vigilância Sanitária”, alertou o prefeito.

A Secretaria Municipal de Educação fará a higienização das escolas várias vezes ao dia, o que inclui a limpeza de carteiras e maçanetas das portas; as carteiras serão disponibilizadas com distância de 1,5 metro, entre uma e outra; cada aluno receberá um kit com máscara, álcool gel e uma garrafa de água reutilizável.

Na entrada de cada escola, os alunos terão de aferir a temperatura corporal, higienizar as mãos e as mochilas. A alimentação escolar será servida como prato feito. Antes da pandemia, cada alunos servia a sua refeição.

O transporte escolar municipal seguirá novas regras. Antes de embarcarem, os alunos também terão a temperatura corporal aferida e os veículos serão higienizados a cada viagem.

Quanto aos funcionários terceirizados, a Secretaria Municipal de Educação pactuou com cada empresa prestadora de serviço os protocolos de segurança sanitária a serem seguidos.

Medidas durante a pandemia

Durante a pandemia, a Secretaria Municipal de Educação garantiu aos alunos o acesso aos conteúdos pedagógicos por meio de plataforma digital; conteúdos reproduzidos pela TV Câmara; e atividades impressas entregues diretamente aos alunos nas escolas.

Também foram distribuídos 21 mil chips aos alunos que não tinham acesso digital e os 2.500 professores da rede receberam tablets para auxiliar nos trabalhos on-line. Foram entregues kits de livros paradidáticos aos alunos.

Estão sendo distribuídas, mensalmente, cestas básicas e kits de hortifrutigranjeiros para as famílias dos alunos em situação de vulnerabilidade. Até agosto, foram distribuídas 256.194 cestas, entre cestas básicas e de hortifrutigranjeiros.

*Com informações da Prefeitura de Campinas

Comentários via Facebook