Gestores da Prefeitura participam de curso sobre arborização e poda do programa estadual “Município VerdeAzul”

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Hortolândia cumpre mais uma etapa importante para obter a certificação do programa estadual “Município VerdeAzul”. Um grupo de cinco gestores da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, incluindo a secretária Eliane Nascimento Oliveira, participou do Curso Básico de Arborização e Poda, ministrado por um profissional do programa, nesta quinta-feira (24/09). A atividade foi online em virtude pandemia do Coronavírus para evitar aglomeração. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a participação no curso contará pontos para o município na edição deste ano do programa.

No curso foram abordados os seguintes assuntos: Piloto Floresta Urbana, Cadastro e Inventário de Arborização Urbana, Épocas de Poda, Adubação de Cobertura, Tutoramento, Desbrota, Tipos de Poda e Podas Erradas, Coroamento, Capina, Irrigação e Importância da Calçada Verde e do “Espaço Árvore”. A atividade foi ministrada pelo engenheiro agrônomo do programa, José Walter.

Para a engenheira agrônoma da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Alynne Danielle Pereira Nececkaite Sant’Anna, o curso é importante por oferecer atualização de conhecimentos técnicos. Dentre os temas abordados, a engenheira destaca a importância do plantio de espécies arbóreas nativas. 

Outro tema destacado pela especialista é o chamado “Espaço Árvore”. De acordo com a engenheira, o programa estadual estipula que o plantio de árvores em novos loteamentos na cidade deve ser feito dentro do “Espaço Árvore”, que é um tipo de calçada verde.

“O plantio deve ser feito com critério nesse espaço. O objetivo é proporcionar infiltração de água e ar no solo, contribuindo para o desenvolvimento da árvore”, explica Alynne. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a implantação do chamado “Espaço Árvore” dentro dos novos loteamentos na cidade ainda está em andamento.

PROGRAMA “MUNICÍPIO VERDEAZUL”

Em 2019, pela segunda vez, Hortolândia foi certificada pela qualificação no Programa “Município VerdeAzul”, da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo. A cerimônia de premiação foi em março deste ano. Lançado em 2007, o programa estadual apoia e estimula, nos municípios paulistas, a realização de ações na área de meio ambiente.

Em 2019, Hortolândia obteve 66,11 pontos, ficando na 133ª posição do ranking, integrando o grupo das 62 cidades qualificadas por alcançarem notas entre 60 e 79,9. Outras 92 cidades receberam certificação por atingirem notas acima de 80 pontos. Ao todo, 613 cidades paulistas participaram da edição que avaliou os programas e as ações ambientais durante o ano de 2019.

Segundo o site do programa, o PMVA busca “estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado de São Paulo”. Deste modo, o ranking ambiental, além de nortear a formulação de políticas públicas, é utilizado na outorga de premiações regulares, tais como o “Certificado Município VerdeAzul”, concedido aos municípios que atingem a nota superior a 80 (oitenta) pontos e preenchem requisitos pré-definidos para cada Ciclo, e ao Interlocutor respectivo. Este Certificado reconhece a boa gestão ambiental municipal e garante à prefeitura premiada preferência na captação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (FECOP)”.

 

Conheça as dez Diretivas norteadoras da agenda ambiental do Programa “Município VerdeAzul”:

  1. Município Sustentável
  2. Estrutura e Educação Ambiental
  3. Conselho Ambiental
  4. Biodiversidade
  5. Gestão das Águas
  6. Qualidade do Ar
  7. Uso do Solo
  8. Arborização Urbana
  9. Esgoto Tratado
  10. Resíduos Sólidos

*Com informações da Prefeitura de Hortolândia

 

Comentários via Facebook