É FAKE NEWS – Ministério Público não desautorizou Candidatura de Perugini

Mesmo com a forte Campanha contra Fakenews lançada no mês passado pelo (TSE) Tribunal Superior Eleitoral vários candidatos ainda tem sido algo de ações de pessoas que procuram durante Campanha eleitoral disseminar falsas notícias. 

Em Hortolândia-SP, o candidato Angelo Perugini (PSD) foi alvo de uma fakenews que o acusa de que o Ministério Público teria pedido a impugnação da Campanha dele e de que não poderia ser candidato prefeito.

A verdade é que o Ministério Público não pode desaprovar a candidatura de nenhum político no Brasil. Ela tem a função de apresentar denuncias a Justiça Eleitoral que define sobre a aprovação dos candidatos. 

Na mesma cidade, outros 141 candidatos de vários partidos também tiveram pontos a serem reconsiderados pelo Ministério Público por vários motivos desde falta de documentação, até por desaprovação de contas.

Em nota a Assessoria de Imprensa do candidato afirmou que: “Entendemos que estamos disputando uma eleição de projetos e proposta para melhorar a qualidade de vida da população de Hortolândia que vise buscar o crescimento e desenvolvimento econômico da cidade pós pandemia, e não iremos fazer campanha com mentiras ou Fake News.”

Em 2016, Angelo Perugini foi absolvido no TSE por unanimidade com os 07 votos dos juízes e até no STF eles recorreram e lá o prefeito também foi absolvido por inanidade tb com os 11 votos favoráveis. Quem aprova ou rejeita contas de qualquer prefeito no Brasil são as câmaras municipais, dos governadores são as assembleias estaduais e do presidente o congresso nacional.As contas foram aprovadas e segundo o Tribual Superior Eleitoral, Angelo Perugini é ficha limpa e esta apto a administrar a cidade para os próximos quatro anos. 

Em Hortolândia as campanhas de todos os pré-candidatos ainda estão bem tranquilas com poucas ações nas ruas. Em pouco mais de 40 dias, mais de 110 mil eleitores de Hortolândia vão escolher um novo prefeito, vice-prefeito e 19 vereadores que irão administrar o município pelos próximos 4 anos. 

Direto da Redação
TV HORTOLÂNDIA

Comentários via Facebook