Hortolândia registra novo aumento de casos de aglomerações e perturbação do sossego no “feriadão”

Foto: Prefeitura de Hortolândia

O final de semana prolongado, por causa do feriado em comemoração ao Dia de Nossa Senhora Aparecida, registrou novo aumento no número de ocorrências ligadas à aglomeração de pessoas e perturbação do sossego, em Hortolândia. Da noite de sexta-feira até segunda-feira (09 a 12/10), equipes da Prefeitura atenderam 46 ocorrências relacionadas ao problema. De acordo com a Secretaria de Segurança, no final de semana anterior, houve 25 casos de perturbação do sossego e aglomeração de pessoas. A Operação Saturação é realizada pela Guarda Municipal, em parceria com o Setor de Fiscalização e a Vigilância Sanitária.

“A ‘Operação Saturação’ é para conscientização contra a aglomeração de pessoas e perturbação do sossego, além de orientação para o correto funcionamento do comércio. O trabalho é realizado desde o início da pandemia do Coronavírus com o intuito de evitar a disseminação da doença e preservar vidas”, explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena.

Mesmo com a entrada de Hortolândia na “fase verde” do Plano São Paulo de reabertura gradual e consciente das atividades, do Governo Estadual, continua proibida a realização de festas com aglomerações, em espaços públicos e privados, além de ações que perturbem o sossego dos munícipes. Segundo a Secretaria de Segurança, desde janeiro, foram registradas 2.615 ocorrências ligadas à perturbação do sossego e aglomeração de pessoas.

Como denunciar

O munícipe que flagrar todas estas situações pode denunciar os infratores. Eles podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, todos os dias da semana, pelo telefone 153 ou 08000-111-580.

Os responsáveis por organizar festas clandestinas podem ser multados em até R$ 5.000,00, segundo as leis de perturbação do sossego. O local da confraternização poderá ser lacrado, alerta a Secretaria de Governo.

*Com informações da Prefeitura de Hortolândia

Comentários via Facebook