Policiais são hostilizados durante apreensão de drogas no Jardim Rosa e Silva, em Sumaré

Foto: Polícia Militar

Policiais militares foram hostilizados durante uma apreensão de drogas na tarde da última quarta-feira (02 de dezembro) em Sumaré. A equipe fazia o patrulhamento pelo Jardim Lucélia quando um denunciante anônimo informou aos policiais sobre a prática do tráfico de drogas na Rua Coroa Imperial, no Jardim Rosa e Silva.

Com apoio de outra viatura, os policiais foram ao local e avistaram um suspeito dentro de um depósito de reciclagem com uma sacola nas mãos. Ao perceber a presença da guarnição, o homem demonstrou nervosismo e soltou a sacola no chão.

O suspeito foi abordado e, com ele, foram encontrados R$ 98, dentro da sacola haviam 39 porções de maconha prontas para a venda.

Os policiais vasculharam o local e, embaixo de sacos de reciclagem, localizaram uma caixa de papelão com 20 tabletes de maconha, aproximadamente 1,1 kg de cocaína, 416 gramas de substância análoga à cocaína e 378 porções de maconha.

Na sequência, segundo o Boletim de Ocorrência (BO), populalres ameaçaram partir para cima das equipes. Outras viaturas precisaram ir ao local para conter as pessoas.

Dentro de um fogão haviam ainda sete tabletes de maconha, em um tambor de plástico estavam 68 tabletes de maconha. Próximo a uma poça d’água haviam mais cinco tabletes de maconha aparentemente embolorados.

Por conta da grande quantidade de drogas, a equipe da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) da Guarda Municipal de Sumaré foi acionada e, com o apoio do canil, foram localizads mais dez tabletes de maconha em um tambor.

Um perito e um fotógrafo foram ao local para periciar o imóvel. O homem foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

Comentários via Facebook