Casos de Covid-19 na região crescem 51% em dezembro.

Os casos de Covid-19 na região de Campinas cresceram em dezembro após pelo menos quatro meses de queda. Segundo especialistas, a alta é reflexo das medidas de flexibilização de um “cansaço” da população em relação à pandemia. No entanto, um médico pneumologista faz um alerta para uma possível piora ainda maior da taxa de transmissão em janeiro, por conta das festas de fim de ano.

“O que possivelmente aumentou os casos de corona vírus na região foi o cansaço dos jovens com o isolamento social. Esse crescimento prejudica muito o sistema de saúde e a tendência é que em janeiro esse crescimento seja ainda maior, por conta das festas de fim de ano. E as medidas do governo são insuficientes, não vão surtir efeito”, disse o médico Renato Gullo.

De acordo com um levantamento recente, a partir de agosto o número de casos confirmados da doença nas 49 cidades das regiões de Campinas (SP) e Piracicaba (SP) manteve uma tendência de queda, mas registrou aumento de 51% em dezembro. Veja detalhes abaixo:

Março: 70
Abril: 957
Maio: 3.429
Junho: 17.686
Julho: 38.128
Agosto: 36.722
Setembro: 23.733
Outubro: 15.727
Novembro: 15.475
Dezembro (até o dia 25): 23.380

O aumento dos registros causa apreensão para quem precisa de vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e teme que os hospitais atinjam 100% de ocupação. Na última semana, duas irmãs de Sumaré (SP) viram a mãe ser entubada e ficar durante dias à espera de um leito. 

  • Artigo enviado pelo Portal G1 Campinas
Comentários via Facebook