DENUNCIA: Feira irregular furta energia elétrica através de “gato” em Hortolândia

Uma situação recorrente vem incomodando os moradores do Jardim Nossa Senhora de Fátima (Hortolândia) e dos Condomínios Colinas e Veredas, região do Parque São Jorge (Campinas), uma feira irregular.

O problema teve inicio em dezembro de 2020 e vem se prolongando até esse ano. Uma feira livre, que é montada e executada em cima do canteiro central na rua Sebastião Lazaro da Silva, onde se localiza a divisa de munícios Campinas/Hortolândia, não tem nenhum alvará de funcionamento das Prefeituras de Campinas ou Hortolândia, e o pior, os feirantes interditam uma faixa da via para a montagem das barracas (fazendo com que os veículos tenham que transitar na contra mão) e fazem um “GATO” no poste de energia elétrica da rua para usar a rede elétrica.

Feira interdita canteiro e parte da via, fazendo os pedestres andarem no meio da rua, e os carros na contra-mão.

Quando os feirantes vão embora, deixam o fio de energia pendurado no poste, (conforme a foto de capa desta matéria) envolto apenas por uma fita durex, sem nenhum tipo de proteção, oferecendo um risco enorme para quem transita pelo local.

CPFL FOI ACIONADA E REMOVEU A LIGAÇÃO IRREGULAR, PORÉM OS FEIRANTES FIZERAM UMA NOVA LIGAÇÃO.

Nesta primeira semana útil de 2021, após diversas denuncias dos moradores, a CPFL foi até o local e removeu a ligação clandestina que existia, deixando a via segura novamente.

Porém neste sábado, 16/01, os feirantes realizaram a feira novamente e fizeram uma nova ligação irregular em outro poste. Esta foto cedida com exclusividade para a TV Hortolândia por uma pessoa que passava pelo local mostra o exato momento em que um dos feirantes sobre no poste com uma escada e realiza o “GATO” na rede elétrica publica.

Feirante sobe no poste publico e faz uma ligação irregular de energia.

Os moradores acionaram novamente a CPF que disse que ai até o local realizar a remoção da ligação, porém os moradores pedem ajuda das autoridades municipais com relação ao caso. 

O furto de energia elétrica é um crime previsto no Código Penal: a fraude no artigo 171 (estelionato) e o furto no artigo 155. A pena para esses crimes é de um a quatro anos de reclusão. Também são cobrados os valores retroativos referente ao período fraudado acrescidos de multa.

LINHAS DE ONIBUS TAMBÉM FORAM PREJUDICADAS

Até mesmo as linhas de ônibus que fazem o transporte na região sofrem com a feira irregular. A EMDEC (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) foi alvo de diversas reclamações dos moradores, que pediram uma posição firme da fiscalização da empresa pois os ônibus pulam pontos de parada e tem seus horários prejudicados devido aos desvios que precisam fazer por conta da via interditada irregularmente.

NÃO COMPACTUE COM CRIMES. DENUNCIA SITUAÇÕES IRREGULARES NA SUA COMUNIDADE.

Comentários via Facebook