Primeiros vacinados em Hortolândia serão profissionais de saúde e idosos que vivem em ILPIs

Foto: Reprodução/Instagram/Angelo Perugini

Hortolândia recebeu, nesta quinta-feira (21/01), o primeiro lote de vacinas contra a COVID-19. As doses chegaram perto da meia noite. O prefeito Angelo Perugini, a equipe da Secretaria de Saúde e os profissionais da UR (Unidade Respiratória) receberam o lote, com aplausos.

“Dia histórico para Hortolândia quando acabamos de receber 2.840 unidades da vacina contra o Coronavírus. Um dia de esperança, que abre um novo caminho para nossa cidade. Parabéns para todos os cidadãos de Hortolândia, parabéns ao Brasil!”, comemorou o prefeito, já na madrugada desta quinta-feira (21/01), enquanto o lote de vacinas era descarregado.

De acordo com a Secretaria de Saúde, foram enviadas pelo governo estadual 2.840 doses, que serão usadas na primeira fase de imunização, atendendo profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate ao Coronavírus, tanto na rede pública quanto particular, além de profissionais que atuam em ILPIs (Instituições de Longa Permanência Para Idosos) e os idosos atendidos por estas instituições. A aplicação das doses será feita nas unidades onde os profissionais atuam e nas ILPIs. O município aguardará a chegada de mais lotes da vacina para ampliar a imunização aos demais públicos, conforme o calendário definido pela Secretaria de Estado da Saúde.

PRÉ-CADASTRO

A Prefeitura mantém o pré-cadastro para a segunda fase da vacinação contra a COVID-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, o pré-cadastro é para melhor organizar o agendamento para o início da vacinação e, com isso, evitar aglomeração, conforme os protocolos sanitários para evitar a disseminação do Coronavírus.

Profissionais da rede particular de saúde e idosos com 60 anos ou mais podem fazer o pré-cadastro online, por meio do site da Prefeitura, http://www2.hortolandia.sp.gov.br/. Basta clicar no respectivo banner. No pré-cadastro, o interessado deverá informar nome, bairro, telefone, data de nascimento, número do CPF (Cadastro de Pessoa Física), informar se é profissional de saúde e se tem alguma deficiência motora, que dificulte o acesso ao local de vacinação.

A Secretaria de Saúde fará a verificação destes dados com o cadastro da pessoa no e-SUS, que é o banco nacional de dados do sistema público de saúde. Caso os dados estejam corretos, a informação do agendamento de cada pessoa estará disponível para consulta no site da Prefeitura. Para fazer a consulta, é necessário informar o CPF e a data de nascimento. 

Em caso dos dados estarem incorretos, o morador será orientado a entrar em contato com a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de sua casa para atualizar os dados. A data da aplicação da vacina será agendada conforme a ordem de prioridade definida pela Secretaria Estadual de Saúde e mediante a entrega do imunizante pelo governo estadual.

(Com informações da Prefeitura de Hortolândia)

Comentários via Facebook