Previsão de retorno das aulas com 100% dos alunos só em 2022

O retorno das aulas durante a pandemia tem gerado muitas discussões relacionado a segurança dos alunos e a estrutura sanitária de cada unidade escolar. Em Hortolândia, mais de 22 mil alunos da Educação Básica I e outros 30 mil alunos do Ensino Fundamental II e Médio estão sem aulas presenciais desde março do ano passado. Durante mais de 30 dias, após o anúncio da pandemia, os alunos ficaram sem aula e só depois de planejamentos, as aulas foram retomadas de forma remota, tando na rede privada quanto pública.

Em Novembro, algumas escolas privadas em Hortolândia adotaram sistema de rodízio e as aulas presenciais foram retomadas com até 40% da capacidade dos alunos. Não houve registro de nenhum aluno ou funcionário de escola infectado por COVID-19 nesse período. 

O ano de 2021 já começou e a chegada da vacina traz nova esperanças. O retorno das aulas presenciais deve acontecer de maneira gradual respeitando todas as medidas de prevenção contra a Covid-19. Diretores de escolas durante o período de Janeiro estiveram preparando as salas de aula físicas e os ambientes para receberem até 35% dos alunos que devem assistir as aulas de maneira presencial, porém em sistema de rodízio. No primeiro momento, serão priorizadas as aulas em que o aluno precise usar o laboratório. Professores que apresentarem comorbidades ou estarem no grupo de risco manterão as aulas on line. 

Grupo docente acredita que o ano letivo de 2021 será atípico e cheio de adaptações que encararão a realidade de cada região. Em Hortolândia, a Covid-19 já matou mais de 200 pessoas e a preocupação é ainda mais quando são considerados de que na maioria dos casos, os alunos moram com pessoas em idade do grupo de risco. Colocar 40 alunos em uma sala de aula um grande risco de contágio do vírus e mesmo em período de vacinação ocasionaria grande ocupação de leitos nos Hospitais. Retorno das aulas com todos os alunos em sala de aula de maneira segura deve acontecer somente em 2022.

Direto da Redação

TV HORTOLÂNDIA

Comentários via Facebook