Brasil não registra rodovias bloqueadas nesta manhã, diz Ministério

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil/Arquivo

O Ministério da Infraestrutura, junto às Polícias Rodoviárias Federais, informaram que o Brasil não registra rodovias bloqueadas na manhã desta segunda-feira (1º de fevereiro). Uma greve dos caminhoneiros estava marcada para hoje e já havia sido confirmada pelo Conselho Nacional de Transportes Rodoviários de Cargas (CNTRC) e pela Associação Nacional de Transporte do Brasil (ANTB).

A Justiça de São Paulo havia expedido uma liminar que obrigava os caminhoneiros a manter o abastecimentos dos ônibus no estado. A juíza Ligia Dal Colletto Bueno havia estipulado multa de R$ 100 mil para a Fetrabens (Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Carga em Geral do Estado de São Paulo) em caso de descumprimento.

Faixas da rodovia Castello Branco foram bloqueadas por caminhoneiros desde às 6h desta manhã em um protesto. o trânsito segue lento, mas não há bloqueio total da rodovia. A categoria reivindica o preço do diesel. Alguns manifestantes exibiam faixas contra o governador João Doria.

O presidente Jair Bolsonaro fez um apelo na última quarta-feira (27) para que a greve não fosse feita: “Reconhecemos o valor dos caminhoneiros para a economia, apelamos para eles que não façam greve, que todos nós vamos perder”. O presidente confirmou a intenção de reduzir os tributos sobre o diesel, mas ressaltou que “não é uma conta fácil de ser feita”.

Comentários via Facebook