Polícia prende homem por falsificação de documentos e apreende R$ 65 mil em Hortolândia

Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu um homem, de 41 anos, por falsificação de documento púbico para a prática de estelionato, na última terça-feira (16), em um apartamento na rua Sebastião Lázaro da Silva, em Hortolândia. Na ação, além de cédulas de identidade falsas, cartões bancários e chips de celulares, foram apreendidos R$ 65 mil em espécie e uma arma de fogo.

Os trabalhos foram desempenhados pela Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Jundiaí. Os agentes foram informados que o suspeito estava falsificando documentos para a abertura de contas bancárias destinadas a lavagem de dinheiro do tráfico de drogas e crimes organizado, e passaram a monitorá-lo.

Durante esse monitoramento, a equipe policial viu o carro do investigado e realizou a abordagem. Dentro do veículo foram encontrados alguns cartões bancários em branco e, questionado, o homem confessou o crime.

O suspeito permitiu a entrada dos agentes em seu apartamento para a realização de buscas, resultando no encontro de vasto material relacionado ao delito. 

Em toda a ação, foram apreendidos 12 cartões bancários, seis cédulas de identidade falsas, uma máquina artesanal para impressão dos documentos falsos, holerites em branco, pen drive, HD externo, dois notebooks, 91 chips telefônicos e cinco celulares. Também foram recolhidos uma pistola 9mm, munições e R$ 65 mil em espécie que estavam dentro de um cofre, além do carro.

Questionado, o homem confessou a falsificação, mas negou seu envolvimento com o tráfico de drogas. Ele alegou que os documentos eram destinados a terceiros para a prática de crimes de estelionato.

Todo o material foi encaminhado à perícia e o suspeito preso em flagrante. Ele foi levado à especializada para indiciamento e depois à Cadeia Pública de Sumaré, onde permaneceu detido à disposição da Justiça.

(Texto: Nathalia Pagliarini/Secretaria de Segurança Pública)

Comentários via Facebook