Campinas ocupa 100% de leitos de UTI COVID neste domingo.

Foto: Geraldo Bubniak

A Prefeitura de Campinas confirmou que a rede pública de saúde está com lotação máxima nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com Covid-19 neste domingo (21). Os moradores que necessitam de vagas estão aguardando transferência pela Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde (Cross) do estado.

O número de pacientes que aguardam vaga não foi informado neste domingo. Segundo a prefeitura, o dado será passado pela Secretaria Municipal de Saúde na segunda-feira (22).

A situação na rede particular também não foi informada. Até sexta-feira, os hospitais privados tinham 34 vagas em UTIs para pacientes com Covid-19. Na data, a cidade tinha 83,78% de ocupação nas UTIs.

Em 23 de janeiro, Campinas também ficou sem vagas para UTI Covid, mas durante quatro horas, até que três leitos ficaram livres. Naquele dia, o prefeito Dário Saadi (Republicanos) afirmou que a situação era “muito preocupante”.

O prefeito esteve, na manhã deste domingo, no Hospital Mário Gatti, onde percorreu o Pronto-socorro, enfermarias e a UTI. O presidente da Rede Mário Gatti, Sérgio Bisogni, o acompanhou.

“Nos últimos dias houve um aumento significativo de casos de Covid-19 na cidade. Ações serão tomadas e irei anunciá-las amanhã, às 15h, numa live no Facebook”, informou Dário, por meio da rede social.

 

  • Artigo enviado pelo Portal G1 Campinas
Comentários via Facebook