Não há vagas na rede pública e privada em Hortolândia para COVID-19

Ocupação nos leitos em Hospitais públicos e privados na cidade de Hortolândia-SP chegou a 100% nessa semana. Na semana passada todos os leitos para COVID-19 na Unidade Respiratória que funciona no UPA do Nova Hortolândia tinha chego a capacidade máxima e nessa semana todos os leitos em Unidades da Rede privada também estão ocupados. 

Segundo Cafu, secretário de Governo da cidade de Hortolândia “a saúde está colapsando e não há como ampliar o número de leitos, pois não há médicos e nem profissionais para atuarem. O oxigênio está em falta para comprar e achar devido a alta demanda.

As duas UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) da cidade que até então não eram ocupadas por pacientes com Covid-19 (do Jardim Amanda e Rosolem) passaram a receber pacientes infectados

Veja a ocupação de leitos em cada unidade de saúde pública da cidade por pacientes com Covid-19, segundo o último boletim:

  • UR – UPA Nova Hortolândia: 24 internados (17 confirmados e sete suspeitos)
  • UPA Amanda: três internados (dois suspeitos e um confirmado)
  • UPA Rosolem: seis internados (quatro suspeitos e dois confirmados)
  • Hospital Mário Covas: 14 internados [três suspeitos (sendo um na UTI e dois na enfermaria) e 11 confirmados (sendo cinco na UTI e seis na enfermaria)]

Outras 46 pessoas estão internadas fora da cidade. Desde o início da pandemia, Hortolândia registra 268 óbitos por Covid-19.

 

Comentários via Facebook