Pessoas detidas no Amanda estavam incitando aos comerciantes que descumprissem o Plano SP, diz prefeitura

Foto: Reprodução de vídeo

Após confusão na tarde desta quarta-feira (24 de março) envolvendo comerciantes, guarda municipal e fiscais da Prefeitura de Hortolândia, a administração municipal emitiu nota dizendo que duas pessoas foram detidas na abordagem pois “estavam incitando aos comerciantes para que descumprissem os protocolos e normas sanitárias inerentes à Fase Emergencial de combate à pandemia de Covid-19”.

A administração diz ainda que houve desacato aos agentes da Guarda Municipal e aos fiscais e que em ambos os casos, “os envolvidos não estavam em seus respectivos estabelecimentos comerciais”.

A CONFUSÃO

Vídeos enviados à redação da TV Hortolândia mostram os comerciários dizendo “queremos trabalhar” e “vergonha” enquanto uma mulher é detida. Em outro registro, é possível ver um homem aparentemente levando um choque. Devido à fase emergencial do Plano São Paulo, os comércios considerados não essenciais devem permanecer fechados no município.

Nas redes sociais, populares se manifestaram dizendo que a situação se assemelha à uma “ditadura”. Os manifestantes também dizem que a Guarda Municipal estaria tentando guinchar uma moto que estaria sem nenhuma irregularidade. 

VEJA A NOTA OFICIAL NA ÍNTEGRA:

Comentários via Facebook