Segue em andamento o trabalho de desassoreamento na lagoa do Parque Remanso das Águas

Desde o início do ano, a Prefeitura de Hortolândia realiza o desassoreamento da lagoa de contenção de enchentes do Parque Remanso das Águas, na região do Jardim Carmem Cristina. Máquinas realizam a retirada da areia e de outros resíduos acumulados no fundo da lagoa para aumentar a capacidade de armazenamento do reservatório de água. No período chuvoso deste ano, vale ressaltar, a região central da cidade não sofreu com enchentes e alagamentos graças à ação dos reservatórios existentes na cidade. O desassoreamento também tem o objetivo de melhorar a condição ambiental do parque, garantindo mais qualidade de vida aos moradores do entorno.

Para iniciar o desassoreamento, a Prefeitura realiza diversas ações ao redor da lagoa, desde o ano passado, como a limpeza das margens e a remoção da camada vegetal das laterais. O trabalho de limpeza das margens foi feito para preparar o espaço, que passa, agora, por desassoreamento. De acordo com a Secretaria de Obras, a estimativa é de que sejam removidos do fundo da lagoa aproximadamente 95.979,00 metros cúbicos de detritos, como areia.

O reservatório de contenção de enchentes do Parque Remanso das Águas tem capacidade de armazenamento para até 840 milhões de litros de água. Quando chove muito e este volume excede, a água é direcionada ao Ribeirão Jacuba por meio de um extravasor, porém num volume menor do que o da enxurrada. Isso evita alagamentos na região central da cidade. O mesmo método é usado no Parque Lago da Fé, onde as duas lagoas de contenção de enchentes funcionam como reservatórios em dias de chuva forte.

Comentários via Facebook