Em Sumaré é identificada a variante de Manaus na amostra de um paciente

A variante P1 do novo coronavírus (Covid-19), encontrada inicialmente em Manaus (AM), foi identificada na amostra de um paciente infectado de Sumaré. Um estudo realizado pelo Instituto Adolfo Lutz com 1.439 amostras do Estado de São Paulo encontrou essa variante em 90% dos sequenciamentos genéticos.

A P1 é considerada pelas autoridades sanitárias como uma variante de atenção por seu risco de maior transmissibilidade e gravidade da infecção. O estudo também mostra uma evolução desta variante no decorrer dos três primeiros meses deste ano. Em janeiro ela representava 20% dos sequenciamentos, sendo que em fevereiro correspondia a 40% e em março 80%.

Sumaré viu em 2021 uma explosão de casos e sobrecarga no sistema de saúde, com pacientes morrendo à espera de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Em quatro meses, a cidade teve 388 mortes por coronavírus. O número de vítimas é 35% maior do que foi registrado ao longo de oito meses de pandemia em 2020, que teve 288 óbitos.

Comentários via Facebook