A operação da PF contra fraude de R$ 190 mi cumpriu mandado em Sumaré

Operação da PF (Polícia Federal) deflagrada na manhã desta quinta-feira (20) para apurar fraude de R$ 190 milhões cumpre mandado de busca e apreensão em residência de investigado em Sumaré. Não foram revelados detalhes sobre o envolvimento do residente de Sumaré no caso.

A Operação, denominada Falsus, apura fraude na gestão da Pauliprev (Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos de Paulínia). Além de Sumaré e Paulínia, são cumpridos mandados em Louveira e Niterói, no Rio de Janeiro.

 
 

A investigação começou em 2019, a partir de informações colhidas na Operação Encilhamento, com a delação de um dos então investigados.

Na delação, consta ter sido pago, em 2015, R$ 300 mil em espécie ao então prefeito de Paulínia, José Pavan Júnior, em troca do controle da Pauliprev.

Comentários via Facebook