Mais de 300 pessoas não foram tomar a 2ª dose da vacina CoronaVac em Hortolândia

Cerca de 300 pessoas não retornaram para tomar a segunda dose da vacina CoronaVac (a vacina do Butantan) em Hortolândia. A informação foi confirmada pelo secretário-adjunto de saúde, o médico Rodrigo Freire, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (24 de junho).

“A gente está procurando as pessoas que falta tomar a segunda dose da CoronaVac. Temos em torno de 300 pessoas no município que estão com a segunda dose da CoronaVac atrasada porque não compareceram. Essas pessoas podem ir direto na Melhor Idade [Centro de Convivência da Melhor Idade], pode ser até nesse sábado. Mostre que você já tomou a primeira dose, que está atrasada a segunda dose, que nós vamos vacinar” – disse Freire.

“Todas as vacinas que nós estamos utilizando são seguras, não existe uma vacina melhor do que a outra. A melhor vacina é a que chega primeiro no seu braço” – completou Rodrigo.

DIA D

Hortolândia realiza no próximo sábado (26 de junho) o Dia D da vacinação contra a Covid-19.  Serão vacinadas pessoas sem comorbidades ou doenças crônicas nascidas até 1980 (ou seja, com idade de 41 anos ou mais). O objetivo é agilizar a imunização no município.

De acordo com a Secretaria de Saúde, para ser vacinado no dia D é necessário fazer cadastro no site Vacina Já (CLIQUE AQUI), do governo estadual, e agendamento no site da Prefeitura, por meio deste LINK. A meta é imunizar entre 5.000 a 7.000 pessoas.

A Secretaria de Saúde reforça que somente serão vacinadas as pessoas que fizerem o agendamento. Ao fazer o agendamento no site da Prefeitura, a pessoa poderá escolher o horário e o local em que deseja ser vacinado. 

LOCAIS

A vacinação vai acontecer em 12 locais espalhados pela cidade. No Parque Irmã Dorothy, a vacinação será em esquema drive-thru. A vacinação acontece ainda no Centro de Convivência da Melhor Idade do Remanso Campineiro, na Emeief João Carlos do Amaral Soares e nas UBSs dos bairros São Jorge, Rosolém, Parque do Horto, Novo Ângulo, Figueiras, Campos Verdes, Amanda I, Amanda II e Adelaide.

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Comentários via Facebook