Hortolândia imuniza quase 6 mil pessoas contra a COVID-19 no Dia D

Hortolândia avança na imunização contra a COVID-19. A Prefeitura vacinou um total de 5.977 pessoas, no fim de semana. Destas, 5.709 foram imunizadas no Dia D, realizado no sábado (26/06), e as demais no domingo (27/06). De acordo com a Secretaria de Saúde, estavam agendadas 6.200 pessoas. A porcentagem de falta foi de 8%. O Dia D aconteceu em 12 locais, sendo que no Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang foi montado esquema de drive-thru, no horário das 8h às 15h30.

Já no domingo (27/06), a vacinação foi feita, das 8h às 12h, somente na Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) João Carlos do Amaral Soares, quando foram aplicadas 268 doses. Estavam agendadas para o domingo 300 pessoas. A porcentagem de falta foi de 10%, conforme informou a Secretaria de Saúde.

AGENDAMENTO

A Secretaria de Saúde ressalta que as pessoas que não compareceram à vacinação no Dia D terão que fazer um novo agendamento. Para ser vacinado é necessário fazer cadastro no site Vacina Já (CLIQUE AQUI), do governo estadual, e o agendamento no site da Prefeitura, por meio deste LINK. A Secretaria de Saúde reforça a solicitação para que as pessoas agendadas compareçam à vacinação. Assim, elas ajudarão o município a agilizar o processo de imunização, possibilitando que mais pessoas também possam ser vacinadas. 

Atualmente, estão sendo vacinadas em Hortolândia pessoas sem comorbidades ou doenças crônicas nascidas até 1980. Para serem vacinadas, as pessoas devem levar print (impressão ou foto) da tela do agendamento, CPF (Cadastro de Pessoa Física), comprovante de endereço (que pode ser conta de luz, água ou telefone, Título de Eleitor, documento do carro ou qualquer correspondência no nome da pessoa recebida neste do ano. Caso o comprovante de endereço esteja no nome do cônjuge, é necessário Certidão de Casamento ou união estável), Cartão Cidadão ou do SUS (Sistema Único de Saúde). 

COMORBIDADES

Também continuam a ser imunizadas pessoas com comorbidade ou doença crônica, transplantados de órgão sólido ou medula, portadores de deficiência permanente, de Síndrome de Down, com idade acima de 18 anos, e portadores de deficiência permanente.

Pessoas com comorbidade ou doença crônica devem apresentar comprovante da doença (laudo, relatório ou prescrição médica) em documento emitido em até um ano e que contenha o número de inscrição no CRM (Conselho Regional de Medicina) do médico que atende o paciente, e os documentos mencionados acima. Mais informações e orientações podem ser obtidas nos seguintes telefones: (19) 99976-2276, (19) 99979-9620, (19) 99976-6835 e (19) 99920-3204.

Por Prefeitura de Hortolândia
Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Comentários via Facebook