Hortolândia não vacinou a população com doses vencidas, diz Prefeitura

Após a Folha de S. Paulo divulgar que pelo menos 28 mil doses vencidas da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 teriam sido aplicadas em todo o Brasil, a Prefeitura de Hortolândia se manifestou por meio de nota oficial negando o uso do imunizante fora da validade.

A Prefeitura de Hortolândia por meio da Secretaria de Saúde informa que não houve vacinação de pacientes com lotes de imunizantes vencidos.

Todos os procedimentos para controle de estoque e de aplicação dos imunizantes são feitos com máximo rigor e preocupação com a proteção da vida da população. 

Com relação a aplicação das doses dos lotes: 4120Z005 recebido no dia 26/01 e com data de envio ao posto de vacinação entre os dias 01/02 e 18/03, com vencimento em 14/04, e 4120Z001 recebido no dia 25/02 com envio ao posto de vacinação entre os dias 02/03 e 18/03 e com vencimento em 29/03, foram destinados aos profissionais de saúde e idosos, grupo prioritário para a vacinação nos meses de fevereiro e março de 2021. Portanto, todas as doses foram aplicadas dentro do prazo de validade.

A Administração Municipal reitera que a campanha de vacinação contra a COVID-19 tem transcorrido de forma transparente, eficiente e no combate à pandemia.

Na matéria divulgada pela Folha de S. Paulo mais cedo, a listagem incluia dez doses vencidas que teriam sido aplicadas em Hortolândia (nove na UBS Santa Clara e uma na UBS Nova Hortolândia).

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Comentários via Facebook