Vacina da Janssen é aplicada na população vulnerável em Campinas

A Secretaria de Saúde de Campinas iniciou nesta segunda-feira, 5 de julho, a vacinação contra a Covid-19 da população vulnerável, em situação de rua, da cidade. Foram aplicadas as vacinas da Janssen, que exigem apenas uma dose. Até as 18h, 57 pessoas tinham recebido a vacina – em um primeiro balanço, as 15h, 38 pessoas de cinco abrigos e casas de passagem haviam sido vacinadas.

A ação foi coordenada pelo Consultório na Rua, serviço do SUS municipal voltado à população vulnerável. A expectativa é de que nos próximos 15 dias sejam vacinadas até mil pessoas em situação de rua.

“Vamos abranger as pessoas nessa situação que já são atendidas pelo Consultório na Rua. Também faremos busca ativa dessa população, junto com os Centros de Saúde e com as equipes da Secretaria de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas”, explicou a coordenadora do Consultório na Rua, Alcyone Januzzi.

A vacinação também vai incluir moradores de ocupações, pacientes dos Caps (atendimento psiquiátrico), moradores de comunidades terapêuticas (dependentes químicos) e profissionais do sexo em situação de vulnerabilidade. Essa população foi escolhida por ter dificuldade em voltar para receber a segunda dose, já que a vacina da Janssen é aplicada em dose única. Em 28 de junho, Campinas recebeu 8.870 doses da Janssen, que serão utilizadas neste trabalho.

Por Prefeitura de Campinas
Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

Comentários via Facebook