Com baixo estoque de sangue, Hospital Mário Gatti adia cirurgias

O Hospital Mário Gatti, de Campinas, adiou duas cirurgias oncológicas e uma ortopédica nesta terça-feira (3 de agosto) por conta do baixo estoque de sangue. Na semana passada já haviam sido adiadas cirurgias ortopédicas, oncológicas e neurocirurgias.

De acordo com a Prefeitura da cidade, o estoque de sangue do hospital supre a demanda de apenas um dia. A gerente da Agência Transfusional do Mário Gatti, Solange Costa, afirma que o ideal seria uma garantia de ao menos três dias, ela comenta que a condição é inédita: “Nunca tivemos uma situação assim, nem mesmo no ano passado, quando começou a pandemia”.

O fornecimento de sangue aos hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é feito pelo Hemocentro da Unicamp. De acordo com o site da instituição, nesta quarta-feira (4) o nível dos estoques de sangue é crítico para os tipos O+, A+, B+ e AB-.

Os sangues de tipo AB+, O-, A- e B- possuem estoques em alerta. Nenhum dos tipos possui quantidade estável. “Estamos administrando dia a dia a situação”, afirma Solange Costa.

É possível fazer a doação de sangue no Hemocentro da Unicamp, no Hospital Mário Gatti, no Hospital Estadual de Sumaré e no Hemonúcleo de Piracicaba. Para saber as condições e agendar a doação, clique aqui.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Campinas

Comentários via Facebook