Prefeitura afirma que colaboração da população é necessária para manter abastecimento de água

Durante o forte período de estiagem que afeta o Estado de São Paulo, a Prefeitura de Hortolândia e a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) realizam ações para manter o abastecimento de água. A parceria com a Sabesp garante a distribuição regular de água, porém, a Prefeitura pede colaboração da população no enfrentamento da crise, destacando a importância do uso consciente.

A maior parte da água da cidade vem de um ponto de captação do Rio Jaguari, em Paulínia. O tratamento é realizado na ETA (Estação de Tratamento de Água) do Jd. Boa Esperança, e então, distribuída para os 19 reservatórios de água ativos do município.

Com o baixo volume de chuvas, o fluxo do rio diminui, e consequentemente a captação de água. Por isso, durante o período de estiagem, o uso consciente é a melhor solução na proteção deste importante recurso natural. A Administração Municipal possui uma equipe dedicada à Educação Ambiental, que consiste em levar informações para a população.

O município dispõe também da lei 3.157/2015, que permite a Prefeitura decretar Estado de Desabastecimento caso necessário, porém, cabe à Sabesp apresentar documentação técnica que comprove a situação. Empreendimentos da cidade, como a construção dos reservatórios, permitem o abastecimento mesmo em momentos como esse. Confira abaixo os reservatórios ativos em Hortolândia:

  • Jardim Nossa Senhora Auxiliadora (dois)
  • Jardim Amanda (quatro)
  • Jardim Santa Izabel (dois)
  • Jardim Novo Ângulo
  • Jardim Campos Verdes (dois)
  • Jardim São Sebastião
  • Parque do Horto
  • Jardim São Bento
  • Jardim Santiago
  • Parque Olívio Franceschini (dois)
  • Jardim São Felipe (dois)

Direto da Redação
Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA
Emissora Rede Brasil de Televisão
Imagem: Divulgação/Prefeitura de Hortolândia

Comentários via Facebook