Governo do Estado e Prefeitura oferecem bolsa-trabalho para desempregados

A pandemia do Coronavírus tem deixado muitas pessoas sem trabalho e em situação de vulnerabilidade social. Para proporcionar ocupação a esse público e impulsionar a retomada econômica no pós-pandemia, o governo do Estado com o apoio da Prefeitura de Hortolândia implementa o programa “Bolsa Trabalho”. A iniciativa oferecerá uma bolsa-auxílio no valor de R$ 535,00 para desempregados. Para participar do programa, é necessário fazer inscrição no site Bolsa do Povo (CLIQUE AQUI) por meio deste LINK. O prazo de inscrição vai até a próxima segunda-feira (30/08). O programa também oferecerá vagas de emprego temporárias em órgãos públicos do munícipio. A jornada de trabalho será de quatro horas diárias, de segunda à sexta-feira. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, o município oferecerá 60 vagas de emprego em secretarias municipais e órgãos públicos da cidade.

De acordo com edital publicado no Diário Oficial do Estado, poderão se inscrever pessoas com idade a partir de 18 anos desempregadas e que não sejam beneficiárias de seguro-desemprego ou qualquer outro programa assistencial equivalente. A pessoa deve ainda ser residente no município há pelo menos dois anos e ter renda per capita de até meio salário mínimo. Será permitida a inscrição de uma pessoa por família. As pessoas deverão anexar no formulário de inscrição uma foto 3X4 (caso não tenha, poder ser uma foto tirada com celular) e os seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPS (Cadastro de Pessoa Física), Carteira de Trabalho e comprovante de residência (Conta de água, luz ou telefone). 

Os interessados podem obter mais informações e orientações sobre o processo de inscrição no programa no PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador), órgão vinculado à Prefeitura, que fica dentro do HORTOFÁCIL, localizado na rua Argolino de Moraes, 405, Vila São Francisco. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A Prefeitura ressalta que o atendimento é feito conforme os protocolos sanitários, que incluem o uso obrigatório de máscara e distanciamento.  

De acordo com o governo estadual, o programa tem duração de 5 meses. Além da bolsa-auxílio, o programa ainda oferecerá para os inscritos seis cursos profissionalizantes on-line, que serão ministrados pela Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo). Os cursos são auxiliar de controle de produção e estoque; gestão administrativa; gestão de pessoas; organização de eventos; rotinas e serviços administrativos; secretariado e recepção; e EJA (Educação para Jovens e Adultos) para pessoas com o Ensino Fundamental incompleto.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet, salienta que a geração de emprego e renda é uma das prioridades da Prefeitura no pós-pandemia. “Esse programa é mais uma oportunidade para as pessoas que querem se qualificar. Os bolsistas vão aprender novas técnicas e ter uma experiência profissional junto ao governo municipal nas políticas públicas que são fundamentais para a população”, destaca Monique.

Por Prefeitura de Hortolândia
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Comentários via Facebook