Estudantes do Ensino Médio de SP têm até esta sexta (24) para fazerem sua rematrícula

Termina nesta sexta-feira (24) o prazo para estudantes da 1ª série do ensino médio da rede estadual confirmarem a rematrícula e definirem o itinerário formativo a ser cursado no próximo ano letivo. O processo ocorre online na Secretaria Escolar Digital (SED) e no aplicativo Minha Escola, onde é possível visualizar os itinerários formativos disponíveis nas escolas. Já os estudantes que não fazem parte da rede, mas querem cursar a 2ª série do Ensino Médio na rede estadual no ano de 2022, podem comparecer às unidades do Poupatempo, conforme agendamento prévio.

A partir do próximo ano, cada unidade escolar vai ofertar, para a 2ª série, pelo menos dois itinerários formativos que contemplem as quatro áreas do conhecimento – Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza. O alinhamento desses conteúdos é resultado de alguns processos ocorridos nos últimos meses.

Em julho, mais de 376 mil estudantes da 1ª série da rede estadual manifestaram interesse, via SED, nos itinerários formativos mais atrativos, conforme interesse individual, entre as 11 possibilidades propostas de aprofundamento curricular – quatro das áreas do conhecimento, seis opções integradas entre elas e uma de formação técnica e profissional, via Novotec Expresso ou Novotec Integrado. Os dois itinerários formativos com maior manifestação de interesse, considerando 1ª e 2ª opções, foram Linguagens e Ciências Humanas, com 80,2% das escolas (27,3% das turmas), e Matemática e Ciências da Natureza, em 71,7% das escolas (23,7% das turmas).

No final de agosto, baseado na manifestação dos alunos, foi a vez das escolas definirem as ofertas dos itinerários formativos. O Secretário da Educação do Estado, Rossieli Soares, destaca o protagonismo estudantil da proposta. “O Ensino Médio de São Paulo aproxima os estudantes das transformações do mercado de trabalho e do ensino superior. A proposta permite que os estudantes adquiram todos os conhecimentos básicos, além de estudar áreas de mais interesse pessoal, que façam mais sentido para o Projeto de Vida e para aprofundar conhecimentos exigidos pelos exames vestibulares”, analisa.

O Ensino Médio de São Paulo começou a ser implementado em 2021 para todos os estudantes da 1ª série da rede de ensino estadual, com a Formação Geral Básica (FGB) alinhada à BNCC (Base Nacional Comum Curricular), a possibilidade de escolha dos itinerários formativos, conforme Projeto de Vida, e acesso à formação técnica, via Novotec Integrado, em nove cursos – Administração, Informática para Internet, Desenvolvimento de Sistemas, Logística, Recursos Humanos, Marketing, Serviços Jurídicos, Guia de Turismo e Contabilidade.

“Essencial na vida de adolescentes em formação”
Com rematrícula e itinerário formativo confirmado, Julia Marques, 16, estudante da 1ª série da Escola Estadual Livio Xavier, na Zona Leste da capital paulista, deseja seguir a carreira no ramo de contabilidade. “Sempre tive afinidade com a área de exatas. Escolhi o itinerário ‘Matemática Conectada’. Com o itinerário formativo, a gente pode entender mais, se inteirar sobre a profissão e adquirir conhecimentos que trazem experiência para saber realmente o que a gente quer. É um contato importante para descobrir se temos vocação. É algo essencial na vida de adolescentes em formação”, conta.

Ampliação das aulas semanais
A partir de 2022, a 2ª série do período diurno passará de 35 para 42 aulas (7 a mais). Enquanto isso, a 1ª série do noturno terá 33 aulas e a 2ª série 34 aulas (hoje, são 25). Em 2023, as 3ª séries também passam pela mudança. O diurno contará com 40 aulas e o noturno com 33 aulas. De acordo com a Secretaria da Educação do Estado (Seduc-SP), do ponto de vista do professor, todos terão a carga horária mantida e terão oportunidade de ampliá-la, por meio dos itinerários formativos.

Para mais informações, acesse: novoensinomedio.educacao.sp.gov.br.

Foto e texto: Governo do Estado de São Paulo

Comentários via Facebook