Militares do Exército são condenados a até 31 anos de prisão por morte de músico e catador

Na madrugada desta quinta-feira (14), a Justiça Militar condenou oito militares do Exército acusados de participar da morte do músico Evaldo dos Santos Rosa, além do catador de latas Luciano Macedo. O crime aconteceu em 8 de abril de 2019, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

O caso dos inocentes que tiveram o carro alvejado mais de 80 vezes foi amplamente divulgado pela mídia. O tenente Italo da Silva Nunes, comandante da operação foi condenado a 31 anos e 6 meses de prisão por duplo homicídio, além de tentativa de homicídio de Sergio Gonçalves de Araújo, que sobreviveu ao atentado.

Outros sete militares que também dispararam contra o veículo foram condenados a 28 anos de reclusão. Quatro militares que participavam da ação porém não realizaram disparos foram absolvidos pela justiça.

Direto da Redação
Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA
Emissora Rede Brasil de Televisão
Imagem: Reprodução/Facebook

Comentários via Facebook