Honda se nega a renegociar proposta de PDV; sindicato recorrerá à Justiça

A Honda realizou ontem (19) uma reunião com o Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e região, que pediam para a empresa reconsiderar a oferta de PDV (Programa de Demissão Voluntária) anunciada pela fabricante de veículos.

Parte dos cerca de três mil funcionários da empresa que seriam afetados exigiam uma proposta melhor, e obtiveram apoio do sindicato nas negociações. Entretanto, a Honda se recusou a renegociar a oferta. Sendo assim, o sindicato informou que acionará o MP (Ministério Público) e o TRT (Tribunal Regional do Trabalho).

Os trabalhadores que seriam mantidos pela empresa também estão inseguros em relação à transferência da fábrica de Sumaré para o município de Itirapina.

A empresa propôs aos funcionários que aceitassem participar do Programa de Demissão Voluntária doze salários nominais, plano de saúde por um ano e vale alimentação por seis meses, além das verbas provenientes da rescisão do contrato.

Direto da Redação
Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA
Emissora Rede Brasil de Televisão
Imagem: Divulgação/Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região

Comentários via Facebook