Honda desiste de Programa de Demissão Voluntária em Sumaré

Após grande pressão por parte dos funcionários de do Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e região, que ameaçou recorrer à Justiça após a fabricante se negar a renegociar os termos do PDV (Programa de Demissão Voluntária), a Honda emitiu um comunicado hoje (21) informando o encerramento do programa.

Segundo a empresa, a quantidade de funcionários no quadro seria a mínima para dar continuidade às operações das fábricas. Entretanto, o sindicato defende que o recuo da montadora é resultado da pressão colocada pelos trabalhadores.

No comunicado, a Honda informa que os que estavam de acordo com os termos do PDV e se inscreveram foram aceitos, porém, o programa foi descontinuado para novas inscrições. A montadora iniciará no mês que vem a transferência dos funcionários de Sumaré para a fábrica de Itirapina.

Direto da Redação
Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA
Emissora Rede Brasil de Televisão
Imagem: Reprodução/Street View

Comentários via Facebook