Penitenciárias de Hortolândia e Sumaré receberão equipamentos ‘anti-drone’

As penitenciárias de Hortolândia, Sumaré e Americana estarão recebendo armas ‘anti-drone’ para controle do espaço aéreo nos arredores dos presídios. A intenção é evitar o uso dos equipamentos para a entrega de drogas, celulares ou até armas aos detentos.

De acordo com a Sindasp (Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária), os agentes já estão recebendo treinamento para operar os equipamentos, que foram criados na Austrália.

As ferramentas emitem um sinal que causa interferência e permite que os agentes interceptem o sinal dos drones, tendo controle total sob o equipamento. Segundo a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária), essas serão as primeiras unidades a utilizar o equipamento no país.

Direto da Redação
Henrique Amaral – TV HORTOLÂNDIA
Emissora Rede Brasil de Televisão
Imagem: Divulgação/SAP

Comentários via Facebook