PALMEIRENSES EM HORTOLÂNDIA COMEMORAM VITÓRIA E A CONQUISTA DE SUA TERCEIRA LIBERTADORES

Tri da Libertadores! O Palmeiras sagrou-se campeão sobre o Flamengo em jogo iniciado na tarde deste sábado (27), no Estádio Centenário de Montevidéu, no Uruguai, pela final da Libertadores (jogo único em campo neutro). Pelo placar de 2 a 1 – gol de Raphael Veiga aos quatro do primeiro tempo e de Gabriel para o Rubro-Negro, aos 26 do segundo, e de Deyverson, aos quatro do primeiro tempo da prorrogação, o Verdão levou a melhor e superou o rival.

Superior ao Flamengo no retrospecto geral (47 vitórias contra 42 derrotas em 122 jogos – houve ainda 33 empates), o este foi o primeiro duelo entre as equipes na Libertadores. Curiosamente, porém, esta não é a primeira vez que o Alviverde levanta uma taça contra o Rubro-Negro fora do país: em 1997, na única vez em que os rivais se enfrentaram fora do Brasil até então, o Verdão conquistou o Troféu Naranja ao vencer o Rubro-Negro por 2 a 0 na decisão, em Valencia (Espanha), gols de Zinho e Oséas.

O Palmeiras, aliás, tem retrospecto de 100% de aproveitamento contra brasileiros fora do país: contra compatriotas fora do território nacional, foram dois jogos contra o Botafogo (1 a 0 em 1962, no México, e 2 a 1 em 1963, na Itália), um contra o São Paulo (2 a 1 em 1993, na Espanha) e dois contra o Flamengo (2 a 0 em 1997, na Espanha, e agora 2 a 1 em 2021).

De quebra, o Verdão está invicto chegou a seis partidas invictas contra equipes do Brasil na Libertadores: vitória contra o Santos, pela final de 2020; empate e vitória contra o São Paulo, pelas quartas de final de 2021; dois empates com o Atlético-MG, pela semifinal de 2021; e agora 2 a 1 sobre o Flamengo (e título assegurado).

Comentários via Facebook