Valinhos assina contrato para comprar água de Campinas

Com o objetivo de garantir a segurança hídrica para o município de Valinhos, que enfrenta racionamento desde o dia 27 de agosto, o prefeito de Campinas, Dário Saadi, e a prefeita de Valinhos, Capitã Lucimara, assinaram nesta terça-feira, 30 de novembro, o contrato para fornecimento de água. O evento virtual contou com a presença dos presidentes da Sanasa, Manuelito Magalhães Júnior, e do Departamento de Água e Esgoto de Valinhos (Daev), Ivair Nunes Pereira.  

O contrato prevê o fornecimento de 25 litros por segundo de água potável, totalizando 800 mil m³ (metros cúbicos) por um período de 12 meses. O valor total do contrato é da ordem R$ 300 mil mensais. A Sanasa cobrará R$ 4,81 pelo metro cúbico.  A água será levada por uma tubulação de PVC, com diâmetro de 200 milímetros e 696 metros de extensão implantada pela Sanasa. Coube ao Daev implantar e interligar uma outra rede até o reservatório R10. 

O prefeito Dário Saadi destacou a importância de acordos de cooperação como este. “Quando os poderes públicos de duas cidades se unem, quem ganha é a população, não houve interesse de ganhar dinheiro por parte da Sanasa, que levou em conta apenas o custo com a captação, o tratamento e a distribuição”, ressaltou. 

Segundo Manuelito Magalhães Junior, acordos entre municípios para o fornecimento de água são muito comuns. “Esta parceria com Valinhos não vai afetar o município de Campinas”, garantiu. 

A prefeita Capitã Lucimara afirmou que o fornecimento de água para Valinhos terá início nos próximos dois dias. “Falta apenas instalar o macromedidor e fazer a desinfecção da rede. Graças à boa vontade da Prefeitura de Campinas e da Sanasa conseguiremos suprir essa demanda da população valinhense”, agradeceu a prefeita, afirmando ainda que o racionamento será suspenso. 

“Esta parceria vai possibilitar coibir que o estado de escassez se perdure e evitar que aconteça novamente no futuro”, acrescentou o presidente do Daev, Ivair Nunes Pereira.  

Por Prefeitura de Campinas
Foto: Adriano Rosa/Prefeitura de Campinas 

Comentários via Facebook